segunda-feira, Abril 27

Corrida de Galgos - Famalicão


Neste último domingo realizou-se em Ribeirão (Vila Nova de Famalicão), a 8ª corrida de Galgos.
Os açaimes que vemos na foto, são usados durante as corridas, para evitar que os cães se mordam uns aos outros.


Um galgo pode atingir cerca de 80 km por hora. Os cães desta raça que são usados nas corridas, são todos oriundas de Inglaterra e Irlanda.

Javali (2º classificado em repescagem de adultos) e o seu dono.

Os galgos são presos, numa espécie de gaiolas de ferro e são soltos todos ao mesmo tempo, depois de baixar a bandeira branca que assinala a partida. Os cães só são presos, durante breves minutos, antes de cada prova.

A manutenção dos galgos antes da partida, obriga ao uso de uma espécie de colete, com uma determinada cor que os deferencia. Em cada corrida, entram entre 5 e 6 galgos, de cada vez.


Refilão, 1º classificado na prova de Honra cachorros. Um cão só começa a correr após um ano de vida e no máximo até aos 5 anos de idade.

Batanete, de Guimarães, 6º classificado na prova de repescagem de cachorros.

Chita, de Barcelos, 2ª classificada na prova de repescagem de cachorros.

1º classificado em repescagem de adultos, de Vila do Conde, com o cão Satélite.

"Óreo", de Fradelos em Vila Nova de Famalicão, 1º classificado na repescagem de cachorros.


Agradeço a toda a organização, a simpatia com que me receberam e o execlente almoço que me proporcionaram, sem me conhecerem de lado nenhum. Senhor Ferreira e neto, mais uma vez, muito obrigada por tudo.

33 comentários:

João Menéres disse...

Não é nada fácil fotografar galgos em corrida !

DEU PARA VER...

Bj.

missixty disse...

João podes ter a certeza que não foi fácil. Não podia estar muito próxima porque nem era permitido, além de perigoso. O ano passado uma criança atravessou a pista de repente, o cão tentou desviar-se, mas não conseguiu, ferindo a criança e indo bater contra um ferro, vindo mais tarde a morrer.
Uma pancada de um cão aquela velocidade pode partir-nos uma perna.
Aliado a isso havia muito pó, muita gente e ocorreu nas piores horas que havia para fotografar.

João Reis disse...

Sem esforço nada se consegue. Com todo o cuidado, claro. E, aí está mais uma maravilhosa reportagem. Acredito mesmo que tenha sido difícil, mas a avaliar pelas fotos, valeu. Bjs

cuentosbrujos disse...

lo tuyo es la pura accion
caballos, motos y ahor aGalgos
sensacional ala sensacion de accion y velocidad, son unos animales que me encantan, solo espero que no suceda los mismo allí qu eaqui con los galgos qeu se hacen mayores o dejan de ser campeones...
saludos

Eira-Velha disse...

Se lá estivesse a minha cadela havias de ver quem ganhava... eheheh
É uma cabra!!!

Sandra Rocha disse...

Percorri todas as fotos que perdi nestes últimos tempos mas depois vais perceber a minha ausência, estão todas fantásticas mas as que gostei mais foram do rally mas sou suspeita :)
Beijos.

Nuno Medon disse...

Olá! Lindas fotos! Adorei a foto do Refilão e da Chita. Espero que estejas bem! Lembrei-me de ti no Domingo. Soube pela hora do almoço que tinha havido uma concentração de cavalos em Valongo e de tarde fui vê-los. Eu bem que tentei tirar umas fotos, mas eles não ficavam sossegados. São muito irrequietos. Fotos tirei, mas ficaram muito más, pelo que as apaguei logo. beijos e um bom trabalho!

missixty disse...

nuno isso das fotos ficarem muito más é para tu veres que não é nada fácil fotografar obejectos , pessoas ou animais em movimento, ou como neste caso, a alta velocidade. Tens de te preocupar com a velocidade, a focagem o enquadramento, a luz e por vezes é muito difícil aliar tudo ao mesmo tempo.Mas para mim o principal problema são os espectadores, a maior parte nã quer saber se estão a estorvar e senão tiveres acesso a um sítio que mais ninguém pode ir, é muito complicado tirares boas fotos, com braços , cabeças e cabelos a meterem-se na frente.

Nuno Medon disse...

Se bem que a minha máquina não é como a tua. É uma máquina digital vulgar, da hp. Ok, tenho tirado boas fotos com elas, mas tu és uma Profissional ou quase e imagino que a tua máquina seja daquelas Pretas grandes. Eu sei que tens razão no que disseste, até porque percebes mais do que eu, do que fotografia. Eu já tirei 3 fotos com motas em movimento e quanto a mim, estão lindas. beijos

Princesa disse...

Amigos são jóias preciosas, realmente.
Eles nos fazem sorrir e nos encorajam para o sucesso.
Eles estão sempre ali para nos ouvir,
para nos elogiar, e estão
sempre de corações abertos para nos receber.
bjs
'MY ANGEL'

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Miss, bela reportagem...Excelente....
Beijos

Humana disse...

Não entendo nada de fotografia mas concerteza é precisa muita técnica pra fotografar os galgos em corrida.Imagino como deve ser interessante fazer trabalhos tão diversos, com gente acolhedora e simpática que verifico, tens tido a sorte de conhecer.
Beijinhos

Phaty disse...

Muito bonitas as fotos achei a Chita muito fofa, da vontade de levar pra casa.
Parabens pela materia ficou muto 10.
beijos

paranoiasnfm disse...

sensacionanl..
deve ser excelente esta corrida. =)

bjins, boas fotos ;)

manuel gouveia disse...

Não gosto nada de ver maltratar os animais! Chocante!

missixty disse...

MANUEL, aqui a única coisa que é maltratada é a pele de coelho que serve por assim, dizer de isco.Os animais correm porque querem, ninguém os chicoteia, ou bate com paus. São animais de caça e simplesmente seguem o seu instinto. Se te referes às gaiolas, eles só são presos minutos antes, de cada partida e depois passeiam livremente com o dono, pela àrea, presos pela trela claro, para evitar acidentes.

Daniel Santos disse...

Grandes imagens dos cães.

manuel gouveia disse...

;)

Eira-Velha disse...

Bom dia Miss. Eu não tenho galgos nem aprecio essa raça mas há quem goste e gostos não se discutem. Mas uma coisa te posso afirmar, a minha cadela voa, basta seguires o link para ver como voa...
baixinho, claro ;)
Bom fim de semana.

KOSTAS disse...

Amazing post, with beautiful photographs from beloved creatures in competition.
Interesting subject!

Nuno disse...

olá! Acho que te enviei email a dizer qual era o meu novo espaço, mas penso que mandei email para o mail que raramente entras. Este é o meu novo espaço! beijos e um bom fim de semana prolongado! boas fotos! have fun!

Aprendiz disse...

Adoro foto-reportagens. As tuas fotos são excelentes e digo-te que se a altura era má ao nível da luz (12h? sol a mais?) o que seria se tivesses as condições ideais. As fotos estão soberbas.
Beijos

Vict9r disse...

Nunca pensei que corressem tao depressa....:P

parabens pela reportagem



abraço

Victor

Nuno disse...

Olá Miss! Bem disposta? http://www.worth1000.com, site sobre fotografias, programas...tudo o que tenha a ver com fotografia! uma boa semana! beijos

Miguel Almeida disse...

Fantásticas fotos de um tema bem dificil de fotografar.

Osvaldo disse...

Ola Missixty;

Que maravilha de fotos e eu que sou um apaixonado por cães...

Deves ter passado momentos mágicos para fazeres reportagam tão bela e as pessoas, pelo que nos mostras, colaboraram para a excelente reportagem...

Obrigado por nos ofereceres tão belos momentos de puro jornalismo.

bjs
Osvaldo

Alma Minha disse...

Já muito tempo que não passava por aqui!
Bela reportagem!
Quem não convida uma cara bonita para a sua mesa? ;)

Beijo

casualimages disse...

Tiveste que te inspirar para fotografar estes pequenos velocipedes. :)
A velocidade de obturação e enquadramento devem ter sido os teus menores problemas. Não? Normalmente os espectadores... é que costumam atrapalhar mais :)

beijos

Gaspar de Jesus disse...

Muito boa esta reportagem da corrida de galgos!
Parabéns
Bjs
G.J.

Nuno de Sousa disse...

Mais um bela reportagem com excelentes momentos bem captados.
Bjs em ti amiga,
NUno

Marcos Santos disse...

Muito bom Miss.

Esse tipo de corrida não existe no Brasil. Talvez pelo clima... não sei. Mas o seu trabalho, como sempre, ficou ótimo.

©tossan disse...

A velocidade desses cães para mim com a minha lerdeza seria difícil fazer. Excelente fotojornalismo que você faz. Beijo

maria disse...

Ola Miss
Excelente trabalho se tiveres mais gostava de ver.
M. pereira